Princípio ativo: paracetamolDôrico
Classe terapêutica dos Analgesicos e Antipireticos
Princípios ativos Paracetamol e Sorbitol.

Indicações de Dôrico

Antitérmico e analgésico.

Efeitos Colaterais de Dôrico

Em uso prolongado em doses altas, o paracetamol pode provocar disfunção hepática e discrasias sangüíneas. Erupções cutâneas, urticária e outras reações de hipersensibilidade podem ocorrer com o uso do produto.

Como Usar (Posologia)

Dôrico 500 mg: 1 ou 2 comprimidos 3 a 4 vezes ao dia. Não ultrapassar 8 comprimidos em 24 horas. Dôrico 750 mg: 1 comprimido 3 a 4 vezes ao dia. Não ultrapassar 5 comprimidos em 24 horas. Dôrico gotas 100 mg/ml: 2 a 3 gotas por kg de peso de 4 em 4 ou de 6 em 6 horas. Dôrico gotas 200 mg/ml: 1 gota por kg de peso até o limite de 35 gotas por dose. Essa dose, se necessário, pode ser repetida de 4 em 4 ou 6 em 6 horas.

Contra-Indicações de Dôrico

Pacientes hipersensíveis ao paracetamol ou outros componentes da fórmula. Deve ser usado com cautela durante a gravidez e lactação, nos casos de insuficiência renal ou hepática graves. Interage com anticoagulantes cumarínicos e cloranfenicol. Evitar o uso concomitante com substâncias hepatotóxicas, inclusive álcool.

Apresentação

Cartucho com 20 ou 100 comprimidos de 500 mg; cartucho com 10, 20 ou 200 comprimidos de 750 mg; frasco com 10 ml com 15 ml.

Composição

Paracetamol.

Laboratório

Sanofi Synthelabo Ltda.

Remédios da mesma Classe Terapêutica

A.a.s., Acetofen, Actiprofen, Algifen, Algizolin

Remédios que contém o mesmo Princípio Ativo

Acetofen, Algifen, Algizolin, Antigripine, Asafen

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.