Princípios ativos: ácido ascórbico, argininaDinavital C

DINAVITAL C

Composição – DINAVITAL C

Cada comprimido efervescente contém:Ácido ascórbico (vitamina C) ………………..1,0 g
Aspartato de arginina ………………..1,0 g
Excipientes: ácido cítrico, açúcar, bicarbonato de sódio, polietilenoglicol, ciclamato de sódio, aroma de pêssego, aroma de maracujá e ácido adipínico.

Informação ao paciente – DINAVITAL C

Ação esperada do medicamento
O produto se destina ao tratamento da fadiga no estresse e nos diversos tipos de astenia.
Cuidados de armazenamento
Proteger do calor excessivo (temperaturas superiores a 40oC) e da umidade. Manter o tubo sempre bem fechado.
Prazo de validade
2 anos, desde que o produto seja armazenado de forma adequada na sua embalagem intacta.
Ao comprar qualquer medicamento verifique o prazo de validade.
Não utilize medicamento com o prazo de validade vencido. Além de não obter o efeito desejado, você poderá prejudicar a sua saúde.
Gravidez e lactação
Não existem relatos sobre efeitos negativos do uso da vitamina C e do aspartato de arginina durante a gravidez e a amamentação. Informe seu médico da ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando.
Cuidados de administração
Dissolver o comprimido efervescente em meio copo de água e beber imediatamente após o término da dissolução. Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.
Interrupção do tratamento
A interrupção do tratamento com DINAVITAL® C, na maioria das vezes, não acarreta sintomas de retirada; pode ocorrer o reaparecimento daqueles pré- existentes.
Reações adversas
As reações adversas, geralmente pouco frequentes e de pequena intensidade, compreendem azia, diarréia, enjôo, vômitos e aumento do volume urinário. Em pessoas predispostas, o uso de altas doses de vitamina C pode ocasionar cálculos urinários de oxalato ou urato.
Informe seu médico do aparecimento de reações desagradáveis.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
Ingestão concomitante com outras substâncias
Preferentemente, DINAVITAL® C deve ser ingerido após o café da manhã.
Não tome remédio sem o conhecimento de seu médico. Pode ser perigoso para sua saúde.

Informação técnica – DINAVITAL C

Características – DINAVITAL C

Vitamina CA vitamina C é indispensável para o perfeito funcionamento de todas as células. Desempenha importante papel no metabolismo celular, participando dos processos de óxido- redução. Através de sua atuação no transporte de elétrons, intervém em diversas reações metabólicas, tais como: hidroxilação de prolina durante a formação de tecido conjuntivo; oxidação de cadeias laterais de lisina em proteínas, para fornecer hidroxitrimetilisina para a síntese de carnitina; síntese de noradrenalina e de hormônios corticóides pelas supra-renais; conversão do ácido fólico em sua forma ativa do ácido folínico; metabolismo da tirosina.
A vitamina C também desempenha importante papel na proteção do organismo contra infecções, aumentando a função bactericida no sangue, participando, ainda, da formação de anticorpos. Possui também a propriedade de neutralizar a ação tóxica de várias toxinas bacterianas e de produtos metabólicos.
A vitamina C tem influências múltiplas sobre o sangue, os órgãos hematopoiéticos e os vasos sanguíneos. Favorece a adesão das células endoteliais dos capilares, a ativação da trombina e estimula a atividade da medula óssea (produção de trombócitos, leucócitos e eritrócitos; absorção e aproveitamento do ferro; ativação do ácido fólico).
O mal abastecimento orgânico de vitamina C pode ocorrer não só em consequência de alimentação deficiente, mas também devido a distúrbios de absorção, doenças infecciosas e ao estresse.
A carência de vitamina C manifesta- se por cansaço, resistência diminuída a infecções, sangramentos mucosos e cutâneos, retardo no tempo de cicatrização de feridas, gengivite, perda de dentes, anemia e alterações cutâneas (hiperceratose, obstrução de folículos pilosos, etc).
Aspartato de arginina
O ácido aspártico e a arginina, constituintes da molécula do aspartato de arginina, são dois aminoácidos alifáticos.
A arginina é essencial para o desenvolvimento infantil, estimulando a liberação do hormônio de crescimento pela hipófise.
Conhece- se também o papel catalítico da arginina no ciclo de Krebs-Henseleit (gênese da uréia), assim como o papel do ácido aspártico na regeneração da arginina nesse mesmo ciclo. O aspartato de arginina levando esses dois elementos indispensáveis ao processo urogenético, constitui-se num estimulante dessa função hepática de detoxicação do organismo, cujo objetivo é a eliminação de cerca de 80% da escória nitrogenada proveniente do metabolismo celular, e de uma certa quantidade de gás carbônico.
O aspartato de arginina, assim, age no sentido de diminuir a hiperamoniemia que acompanha a fadiga e o estresse e de aumentar a eliminação do CO2 em excesso, aumentando a resistência orgânica à anóxia tissular.
Por outro lado, a arginina e o ácido aspártico tomam parte no ciclo dos ácidos tricarboxílicos, que é a via de oxidação terminal de todos os constituintes orgânicos de origem alimentar e gerador de energia.
A arginina é, ainda o precurssor fisiológico do óxido nítrico (fator relaxante endotélio- derivado, EDRF) e isto tem sido sugerido como explicação para o efeito hipotensivo observado em indivíduos sadios e pacientes hipertensos aos quais se administram infusões de arginina. Esta ação da arginina irá interessar, particularmente, nos quadros de estresse que se fizerem acompanhar de aumento da pressão arterial.

Indicações – DINAVITAL C

Medicação antifadiga no tratamento dos diversos tipos de astenia. Adjuvante no tratamento dos processos infecciosos. Na convalescença das infecções em geral. No tratamento da fadiga no estresse.

Contra-indicações – DINAVITAL C

O uso de DINAVITAL® C está contra- indicado em casos de litíase urinária oxálica e úrica, insuficiência renal e reconhecida hipersensibilidade a qualquer um dos excipientes da formulação.

Precauções e Advertências – DINAVITAL C

Em pacientes submetidos a dietas lipoglicídicas ou lipossódicas é necessário levar em conta que cada comprimido efervescente de DINAVITAL® C contém 0,4315 g de sacarose e 0,1718 g de sódio.

Interações medicamentosas – DINAVITAL C

O uso simultâneo com barbitúricos e/ou salicilatos pode intensificar a excreção urinária de vitamina C, aumentando as necessidades diárias dessa vitamina. A vitamina C, administrada junto com deferoxamina, pode potencializar os efeitos tóxicos do ferro nos tecidos.

Reações adversas/colaterais e alterações de exames laboratoriais – DINAVITAL C

As reações adversas, pouco frequentes e de pequena intensidade, compreendem queixas de perturbações digestivas, principalmente diarréia, pirose, náusea e vômitos. Pode ocorrer também aumento da diurese. O uso de doses elevadas de vitamina C, por tempo prolongado, pode ocasionar escorbuto de rebote. Em pacientes predispostos, o uso de doses de vitamina C superiores a 1 g ao dia pode desencadear aparição de litíase oxálica ou úrica.
A vitamina C pode interferir com os resultados de alguns exames laboratoriais para a determinação da glicemia, glicosúria e níveis séricos de transaminases, desidrogenase e bilirrubina. Pode, também, condicionar resultados falsamente negativos em pesquisas de sangue oculto nas fezes. É necessário interromper o uso de vitamina C antes desses exames.

Posologia – DINAVITAL C

Adultos: a dose recomendada é de 1 comprimido efervescente ao dia. Crianças: crianças com peso corporal de 40 kg ou mais podem fazer uso de 1 comprimido ao dia.
A critério médico, podem ser utilizadas doses maiores.
Dissolver o comprimido efervescente em meio copo de água e beber imediatamente após o término da diluição.

Superdosagem – DINAVITAL C

Não existem relatos de intoxicações por superdosagem de vitamina C e aspartato de arginina. Em caso de reações adversas intensas e/ou persistentes, suspender o uso do produto e consultar um médico.

Pacientes idosos – DINAVITAL C

Não existem cuidados ou recomedações especiais referentes ao uso da vitamina C e do aspartato de arginina por pacientes idosos.
Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.

LABORATÓRIO

MERCK

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.