Princípios ativos: cloridrato de piridoxina, dimenidrinato

Dimenidrin

cloridrato de piridoxina dimenidrinato

USO ADULTO E PEDIÁTRICO

VIA ORAL

FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES

Comprimido: Embalagens com 20, 100 ou 500 comprimidos.

Solução Oral: Embalagens com 01 e 50 frascos de 20mL com conta-gotas.

COMPOSIÇÕES

Cada comprimido contém:

cloridrato de piridoxina (vitamina B6)……………………10mg

dimenidrinato………………………50mg

Excipiente q.s.p…………………… 1 comprimido

(amido, povidona, talco, dióxido de silício, croscarmelose sódica, corante alumímio laca vermelho FD&C n°40, lactose, álcool isopropílico*). *Evapora durante o processo.

Cada mL (20 gotas) da solução oral contém:

cloridrato de piridoxina (vitamina B6)………………..5mg

dimenidrinato…………………….25mg

Veículo q.s.p………………………..1mL

(essência de framboesa, sacarina sódica, benzoato de sódio, propilenoglicol, água deionizada, corante vermelho ponceaux 4R).

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

-Indicado nas náuseas e vômitos em geral, inclusive da gravidez, em pré e pós-operatórios, no tratamento e prevenção de enjôos causados por viagens marítimas, terrestres e aéreas, nas labirintites e vertigens em geral.

-Cuidados de conservação: conservar o produto em temperatura ambiente (15 e 30°C). Proteger da luz.

-Prazo de validade: 24 meses a partir da data da fabricação (VIDE CARTUCHO). Não use medicamento com o

prazo de validade vencido.

-"Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término, e se está amamentando".

-"Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento". -"Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico".

-"Informe ao seu médico o aparecimento de reações desagradáveis tais como: sonolência, tonturas, turvação visual, insônia, boca seca, nervosismo, retenção urinária, dor de cabeça".

-"TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS".

-Ingestão concomitante com outras substâncias: evitar o uso concomitante de bebidas alcoólicas e calmantes, não há restrições específicas quanto a ingestão concomitante de alimentos.

-Contra-Indicações e Precauções: O produto não deve ser usado em recém-nascidos (até 30 dias de vida) ou em pacientes com hipersensibilidade aos componentes da fórmula. Pela dose que apresenta, a forma comprimidos não deve ser administrada a crianças menores de 12 anos.

-Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento. -Durante o tratamento, o paciente não deve dirigir veículos ou operar máquinas, pela possibilidade do medicamento causar sonolência.

-"NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE."

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

-O dimenidrinato é um sal cloroteofilado do agente anti-histamínico difenilidramina. Seu mecanismo de ação ainda não é bem conhecido, mas apresenta uma ação depressora na função labiríntica hiperestimulada. -O dimenidrinato demonstra seu poder como medicação sintomática nas náuseas e vômitos da gravidez, principalmente quando administrado juntamente com a vitamina B6 (cloridrato de piridoxina). Agindo no fígado, a piridoxina opõe-se à formação de substâncias tóxicas provenientes especialmente do metabolismo das proteínas; tais substâncias funcionam como fatores predisponentes aos vômitos.

-O dimenidrinato tem sido usado com sucesso nos distúrbios pós-tratamentos radioterápicos intensivos, pós-cirurgias do labirinto e nos estados vertiginosos de origem central.

-De grande importância prática é o efeito do dimenidrinato na prevenção e tratamento das náuseas e vômitos pós-operatórios em geral.

-A administração de 100mg da droga 45 a 60 minutos antes da medicação pré-anestésica, seguida por mais 100mg após o efeito da narcose, reduz a incidência de náuseas e vômitos nos pacientes submetidos a anestesias inalatórias ou intra-raquidianas.

INDICAÇÕES

-Nas náuseas e vômitos em geral, inclusive da gravidez.

-Na profilaxia e tratamento das cinetoses e suas manifestações (enjôos causados por viagens marítimas, terrestres e aéreas).

-Na profilaxia e no tratamento dos distúrbios vestibulares. -Nos distúrbios observados pós-tratamentos radioterápicos intensivos. -Na profilaxia e tratamento das náuseas e vômitos pré e pós-operatórios. -No tratamento das labirintites e dos estados vertiginosos de origem central.

CONTRA-INDICAÇÕES

-Recém-nascidos (até 30 dias de vida) e pacientes com hipersensibilidade conhecida aos componentes da fórmula.

PRECAUÇÕES E ADVERTÊNCIAS

-Como o produto pode causar sonolência, recomenda-se cuidado no manejo de automóveis e máquinas pesadas. -Recomenda-se não utilizar o produto quando da ingestão de álcool, sedativos e tranqüilizantes. Cuidados devem ser observados em pacientes asmáticos, com glaucoma, enfisema, doença pulmonar crônica, dificuldades em respirar e dificuldades em urinar.

-Pertencendo ao grupo dos anti-histamínicos, DIMENIDRIN pode ocasionar, tanto em adultos como em crianças, uma diminuição na acuidade mental e, particularmente em crianças pequenas, excitação.

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS

-Potencialização das drogas depressoras do Sstema Newoso CerfcraV Evitar o uso concomitante de inibidores da monoaminoxidase (MAO), sedativos e tranqüilizantes. Evitar o uso com medicamentos ototóxicos, pois DIMENIDRIN poderá mascarar os sintomas de ototoxicidade.

REAÇÕES ADVERSAS

-Os efeitos secundários são em geral leves e incluem sonolência, sedação e até mesmo sono, variando sua incidência e intensidade de paciente a paciente, mas raramente requerendo a suspensão da medicação. Podem ocorrer tontura, turvação visual, insônia, nervosismo, secura da boca, da garganta, das vias respiratórias e retenção urinária. Pode-se tornar necessário, às vezes, a redução da posologia.

POSOLOGIA

-Comprimidos:

-Adultos: 1 comprimido, em intervalos mínimos de 4 horas. -Solução Oral (Gotas )

-Crianças a partir de 30 dias de vida: 1 gota/kg de peso corporal (equivalente a 1,25 mg de dimenidrinato/kg), a cada 6 horas ou 8 horas ou a critério médico, não ultrapassando 60 gotas (75 mg) ao dia para crianças até 6 anos, 120 gotas (150 mg) ao dia para crianças de 6 a 12 anos e 240 gotas (300 mg) ao dia para crianças maiores. Adultos e adolescentes: 40 gotas cada 4 a 6 horas, não ultrapassando 320 gotas (400 mg) ao dia.

Em casos de viagens, usar a medicação (de preferência em comprimido ou gotas), de maneira preventiva, com pelo menos V hora de antecedência. Modo de gotejamento:

VIRE O FRASCO MANTENDO-O NA VERTICAL. PARA COMEÇAR O GOTEJAMENTO, BATER LEVEMENTE

COM O DEDO NO FUNDO DO FRASCO.

SUPERDOSAGEM

A superdose causa, mais freqüentemente, sonolência. Podem ocorrer convulsões, coma e depressão respiratória. -Não se conhece um antídoto específico. Recomenda-se adotar as medidas habituais de controle das funções vitais.

USO EM IDOSOS

-Não há restrições específicas para o uso em pacientes idosos. Estas pessoas geralmente têm maior tendência a apresentar reações adversas.

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA < Número do lote, data de fabricação e prazo de validade: 0/6 VIDE CARTUCHO °

o

O)

M.S.: 1.0392.0092 o Farm. Resp. Dra. Giovana Bettoni – CRF-GO n° 4617

Vitapan

Indústria Farmacêutica Ltda. Rua VPR 01 – Quadra 2A Módulo 01 – DAIA – Anápolis -CNPJ: 30.222.814/0001-31 Indústria Brasileira www.vitapan.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.