Princípio ativo: cloridrato de femproporex

B2 – Psicotrópicos anorexígenos – Receituário de controle especial e termo de responsabilidade do prescritor

DESOBESI-M

cloridrato de femproporex

CÁPSULAS

O abuso deste medicamento pode causar dependência.

USO ADULTO

USO ORAL

APRESENTAÇÃO: Caixa com 30 cápsulas

COMPOSIÇÃO: Cada cápsula contém:

cloridrato de femproporex…………..25 mg

Excipientes: talco, estearato de magnésio, amido, dióxido de silício, goma laca decera-da, óleo de rícino e sacarose. INFORMAÇÕES AO PACIENTE: DESOBESI-M* deve ser mantido em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C), ao abrigo da luz e umidade, em sua embalagem original, para uma boa conservação. Prazo de validade: 24 meses após a data de fabricação impressa na embalagem. Ao adquirir um medicamento confira sempre o prazo de validade na embalagem externa do produto. Não tome nem utilize medicamentos cujo prazo de validade esteja vencido. Pode ser perigoso para sua saúde. Ao iniciar o tratamento com DESOBESI-M*, informe seu médico sobre as seguintes situações:

– seu histórico médico, ou seja: doenças que tem ou teve e tratamentos que segue (remédios que toma, dietas, etc.); -ocorrência de gravidez, antes do início ou durante o tratamento, pois o medicamento não deve ser utilizado durante a gravidez;

– alergias que sofre, especialmente relativas ao emprego de medicamentos.

Os horários de administração do medicamento, assim como a dose a ser utilizada, devem ser rigorosamente seguidos. Caso ocorra alguma emergência, informe seu médico sobre o seu histórico clínico e os tratamentos que segue, inclusive o tratamento com DESOBESI-M*. No início do tratamento podem ocorrer fraqueza, cansaço e leve sonolência; no entanto estes sintomas podem ser originados pela dieta imposta. Informe ao médico caso ocorram reações desagradáveis com o uso do produto. Atenção diabéticos: contém açúcar. TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS: DESOBESI-M* tem como princípio ativo o femproporex, um agente simpatomimé-tico com ação similar à dexanfetamina. Devido à sua ação anorexígena tem sido utilizado como adjuvante no tratamento da obesidade.

Causa depressão do apetite e diminuição da acuidade pelo sabor e odor, o que leva a uma redução da ingestão de alimentos. Ocasiona aumento da atividade física, o que também contribui para a perda de peso. O sítio de ação é, provavelmente, o centro hipotalâmico lateral.

FARMACOCINÉTICA:

Após administração oral, DESOBESI-M* é

metabolizado à anfetamina. É amplamente absorvido pelo trato gastrintestinal e é distribuído a todos os tecidos, encontrando-se maiores concentrações ao nível do SNC. A via de excreção é a urinária. A eliminação é pH dependente, sendo aumentada na urina ácida.

INDICAÇÕES:

DESOBESI-M* é indicado como anorexí-geno no tratamento da obesidade.

CONTRA-INDICAÇÕES:

DESOBESI-M* É CONTRA-INDICADO A PACIENTES COM DISTÚRBIOS CARDIO-VASCULARES, INCLUINDO HIPERTENSÃO MODERADA A SEVERA E EM

PACIENTES COM HIPERTIREOIDISMO,

GLAUCOMA E ALTERAÇÕES EXTRAPI-RAMIDAIS. É CONTRA-INDICADO A MULHERES GRÁVIDAS E EM PERÍODO

DE AMAMENTAÇÃO, PACIENTES COM DISTÚRBIOS PSIQUIÁTRICOS, EPI-

LEPSIA E ALCOOLISMO CRÔNICO.

REAÇÕES ADVERSAS:

Sistema Nervoso Central: vertigem, tremor, irritabilidade, reflexos hiperativos, fraqueza, tensão, insônia, confusão, ansiedade e dor de cabeça. Sistema cardiovascular: calafrios, pali-dez ou rubor das faces, palpitação, arrit-mia cardíaca, dor anginal, hipertensão ou hipotensão e colapso circulatório. Trato gastrintestinal: boca seca, gosto metálico na boca, náusea, vômito, diarréia e câimbras abdominais. Sistema endócrino: alteração da libido. O uso crônico pode causar dependência psíquica e tolerância.

PRECAUÇÕES:

Não deve ser administrado a pacientes com história de abuso de drogas, a gestantes e a mulheres em período de amamentação.

Deve ser administrado com cautela a pacientes com hipertensão leve, dis-função renal e personalidade instável. Atenção diabéticos: contém açúcar. Pacientes diabéticos devem ser monito-rizados periodicamente. A retirada do medicamento deve ser

gradual quando o uso é prolongado e com altas doses.

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS:

Lítio e alfametiltirosina podem antagoni-zar os efeitos do DESOBESI-M*. POSOLOGIA:

Tomar uma cápsula por dia, às 10 horas da manhã, ou a critério médico.

SUPERDOSAGEM:

Em caso de superdosagem deve-se administrar cloreto de amônio, a fim de que ocorra acidificação da urina e aumente a excreção do medicamento. MS – 1.0573.0343

Farmacêutico Responsável: Dr. Wilson R.

Farias CRF-SP n° 9555

Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A.

Via Dutra, km 222,2 – Guarulhos – SP CNPJ 60.659.463/0001-91 Indústria Brasileira

Número de lote, data de fabricação e prazo de validade: vide embalagem externa.

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA. O ABUSO DESTE MEDICAMENTO PODE

CAUSAR DEPENDÊNCIA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.