Princípio ativo: deflazacorteDeflanil
Classe terapêutica dos Corticosteróides
Princípio ativo Deflazacort.

Indicações de Deflanil

Deflazacort é um glicocorticóide de uso oral no tratamento das patologias onde um glicocorticóide de
uso oral esteja indicado, tais como:
Reumatologia: artrite reumatóide, lupus eritematoso sistêmico, polimiosite, dermatomiosite, polimialgia
reumática, vasculites;
Dermatologia: pênfigo foliáceo, eczema de contato, urticária, dermatite seborréica, eritema polimorfo;
Pneumologia: asma brônquica aguda, broncopneumopatia obstrutiva crônica, sarcoidose e fibrose
pulmonar difusa;
Nefrologia: síndrome nefrótica e glomerulonefrite secundária;
Hematologia: leucemia aguda, linfoma de Hodgkin e não Hodgkin, púrpura trombocitopênica idiopática,
leucemia linfática crônica e anemia hemolítica;
Endocrinologia: síndrome de Addison e tireoidite basedowiana (oftalmopatia).

Gastroenterologia: doença de Crohn e colite ulcerosa;
Outras: hepatite alcoólica, miastenia gravis e transplante renal.

Contra-Indicações de Deflanil

Em pacientes com hipersensibilidade ao deflazacort ou qualquer outro componente da fórmula.

Precauções

Pacientes em tratamento ou que se submeterão a tratamento com glicocorticóides e que comprovadamente
estão submetidos a um estresse não-habitual, podem necessitar de uma dose maior antes, durante e depois da
condição estressante. Os corticosteróides podem mascarar alguns sinais das infecções ou podem aparecer
novas infecções durante o seu uso. Pacientes com infecções ativas (virais, bacterianas ou micóticas) devem ser
cuidadosamente controlados. Em pacientes com tuberculose ativa ou latente, a terapia deve limitar-se aos
casos nos quais deflazacort é utilizado conjuntamente com o tratamento antituberculoso adequado. O uso
prolongado de glicocorticóides pode produzir catarata posterior subcapsular ou glaucoma.

Durante o tratamento com glicocorticóides os pacientes não devem receber imunizações, especialmente
em altas doses, devido à possibilidade de disseminação de vacinas vivas (ex: antivariólica) e/ou falha na
resposta dos anticorpos.

A supressão da função hipotálamo-hipófise-adrenal induzida por glicocorticóide é dependente da dose e
duração do tratamento. O restabelecimento ocorre gradualmente após redução da dose e interrupção do
tratamento. Entretanto, uma relativa insuficiência pode persistir por alguns meses depois da suspensão do
tratamento. Portanto, em qualquer situação estressante, o tratamento deve ser reinstituído.

Composições e Apresentações

Cada comprimido de DEFLANIL 7,5 mg contém:
Deflazacort … 7,5 mg
Excipientes: (óxido de ferro, celulose microcristalina, amido, estearato de magnésio, lactose, polividona
e sílica coloidal)………. q.s.p. ……………….. 1 comprimido
Cartucho contendo 1 blister com 20 comprimidos.

Cada comprimido de DEFLANIL 30 mg contém:
Deflazacort …. 30 mg
Excipientes: (celulose microcristalina, amido, estearato de magnésio, lactose e sílica coloidal)……….

q.s.p. 1 comprimido
Cartucho contendo 1 blister com 10 comprimidos.

Cada mL de DEFLANIL gotas contém:
Deflazacort ……………….. 22,75 mg
Veículos: (silicato de alumínio e magnésio, carboximetilcelulose sódica, sorbitol, polissorbato, álcool benzílico, ácido acético e água)…….. qsp … 1 mL
Cartucho contendo 1 frasco com 13 mL.

Informações Técnicas

Deflazacort, quimicamente denominado 11 – 21 – dihidroxi – 2′ – metil – 5′ â H-pregna-1,4 – dieno [17,16- d] oxazole – 3,20- diona 21 – acetato é um novo glicocorticóide, um derivado oxazolínico da prednisolona,
que apresenta menos efeitos colaterais sobre o osso e sobre o metabolismo da glicose do que os demais
glicocorticóides e as mesmas atividades imunossupressoras.

Os glicocorticóides possuem ação antiinflamatória e imunossupressora e são usados terapeuticamente
em uma grande variedade de doenças.

Comparado à prednisona, em doses antiinflamatórias equivalentes, deflazacort proporciona:
Menor inibição da absorção intestinal de cálcio e um menor aumento na sua excreção urinária;
Redução significativamente menor no volume ósseo trabecular e conteúdo mineral ósseo;
Reduzidos efeitos diabetogênicos em pessoas normais, indivíduos com história familiar de diabetes e
pacientes diabéticos.

Após a administração oral deflazacort é bem absorvido e imediatamente convertido pelas esterases
plasmáticas ao metabólito ativo, o qual alcança concentrações plasmáticas em 1,5 a 2 horas. Possui
ligação protéica de 40% e meia-vida plasmática de 1,1 a 1,9 horas. A eliminação ocorre principalmente
pelos rins, sendo 70% da dose administrada excretada pela urina e o restante pelas fezes.

Informações ao Paciente

Este medicamento deve ser conservado à temperatura ambiente, entre 15 e 30C, protegido da luz e umidade.

O prazo de validade é de 24 meses após a data de fabricação impressa no cartucho e embalagem interna.

Não utilize o produto após o prazo de validade, sob o risco de não produzir os efeitos esperados.

Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término, uma vez
que não existem estudos adequados de reprodução humana com glicocorticóides.

Informar ao médico se está amamentando
Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico
Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis; tais como: azia, dispepsia, fraqueza,
aumento de peso, acne, demora na cicatrização, cefaléia, vertigem, agitação, depressão e euforia.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS
Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento
NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO
PARA SUA SAÚDE

Uso Adulto e Pediátrico

Def/06/b
Deflanil def/06/b 5/10/01, 10:43 am 1

Laboratório

Libbs Farm. Ltda.

Remédios da mesma Classe Terapêutica

Alergolon, Baycuten N, Berlison, Calcort, Celestamine

Remédios que contém o mesmo Princípio Ativo

Cortax, Decortil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.