Princípio ativo: clindamicina

Antibióticos – Receituário simples em duas vias

Dalacin C 300 mg

dalacin®C
300 mg

Cloridrato de clindamicina

Fórmula – DALACIN C

Cada cápsula contém: Cloridrato de clindamicina 300 mg, Excipiente q.s.p. 1 cápsula.

Informações técnicas – DALACIN C

DALACIN C é um inibidor da síntese protéica bacteriana. Dependendo da sensibilidade do microrganismo e da concentração do antibiótico, pode agir tanto como bactericida como bacteriostático. Os níveis sanguíneos, obtidos pela dose mínima recomendada (150 mg 4 vezes ao dia, para adultos), geralmente excedem às mínimas concentrações bactericidas para estafilococos. DALACIN C é rapidamente absorvido após a administração oral: níveis sanguíneos máximos ocorrem em 45 minutos. A absorção é quase completa (90%) e a administração concomitante de alimentos não modifica, de maneira apreciável, as concentrações séricas. Os níveis sanguíneos excedem à mínima concentração inibitória (MCI) para a maioria dos microrganismos Gram- positivos, pelo menos durante seis horas após a administração das doses usuais recomendadas. A vida média biológica é de 2,4 horas. Demonstrou-se resistência cruzada entre o cloridrato de lincomicina e DALACIN C, e resistência cruzada dissociada (antagônica) com a eritromicina. Com outros antibióticos clinicamente úteis, não foi demonstrada resistência cruzada até a presente data. Quando testados por métodos in vitro, microrganismos sensíveis não desenvolveram resistência rápida a DALACIN C, com exceção de raras amostras de estafilococos originalmente resistentes à eritromicina.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Não tome remédio sem o conhecimento do seu módico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

Indicações – DALACIN C

DALACIN C é indicado em infeções causadas por microrganismos suscetíveis à sua ação, especialmente estreptococos, pneumococos e estafilococos. As infecções que têm reagido a uma dosagem efetiva de DALACIN C incluem: infecções do trato respiratório superior e inferior, tais como faringite, amigdalite, sinusite, otite média, bronquite e pneumonia; infecções da pele e tecidos moles, tais como abscessos, celulite, feridas infeccionadas e infecções dentárias (abscessos periapicais e gengivite). Infecções mais graves, tais como osteomielitas aguda e crônica, têm reagido á dosagem geralmente recomendada. Estudos in vitro Indicam que DALACIN C tem um alto grau de atividade antibacteriana contra microrganismos Gram- positivos. O espectro da atividade in vitro inclui o Staphylococcus albus e o Staphylococcus aureus (incluindo estafilococos produtores de penicilinase e resistentes à meticilina), Streptococcus hemolyticus, Streptococcus viridans. Diplococcus pneumoniae, Clostridium tetani, Clostridium perfringens, Corynebacterium diphtheriae, Corynebacteriurn acnes, espécies bacteróides, Actinomyces israelii e Mycoplasma pneumoniae. DALACIN C é inativo contra a maioria das capas de microrganismos Gram-negativos e Streptococcus faecails.

Contra-indicações – DALACIN C

A exemplo de todas as drogas, o uso de DALACIN C é contra- indicado em pacientes que já demonstraram hipersensibilidade a este composto. Embora sensibilidade cruzada com a lincomicina não tenha sido demonstrada, é recomendável que DALACIN C não seja utilizado em pacientes que tenham sensibilidade à lincomicina. No caso de uma reação séria, a droga deve ser suspensa e os agentes normais lepinefrina, corticosteróldes, anti-histaminicos) devem estar disponíveis para tratamento de emergência.

Advertência – DALACIN C

Na antibioticoterapia, a ocorrência de diarréia é uma possibilidade a ser considerada. A clindamicina, como outros antibióticos, pode causar sintomas dessa natureza. Casos leves, apresentando mudanças mínimas na mucosa, podem reagir a uma simples suspensão da droga. Casos moderados a severos, inclusive aquelas apresentando ulceração ou formação pseudomembranosa, devem ser tratados com fluidos, eletrólitos e suplementação protéica, conforme indicado. Outras causas para colite devem ser consideradas.

Precauções – DALACIN C

DALACIN C, como qualquer droga, deve ser prescrito com cautela a indivíduos atópicos. A exemplo de outros antibióticos, testes periódicos de função hepática e contagem sanguínea devem ser realizados durante terapia prolongada. DALACIN C pode ser utilizado em pacientes anúricos. A meia- vida de DALACIN C no soro, em pacientes com função renal notadamente reduzida, é de aproximadamente duas vezes a meia-vida do composto em pacientes normais. A dosagem de DALACIN C deve, nesses casos, ser reduzida. Hemodiálise e diálise peritoneal não são meios eficazes para a eliminação do composto do sangue. Níveis séricos devem ser determinados em pacientes com grave insuficiência renal durante a administração de DALACIN C. A segurança de DALACIN C para uso durante a gravidez ainda não foi estabelecida. Até que se disponha de experiência clínica adicional, DALACIN C não é indicado para uso em recém-nascidos (crianças com menos de um mês).

Reações adversas – DALACIN C

Nos estudos de eficácia clínica DALACIN C foi, geralmente, bem tolerado. Efeitos secundários foram relatados por 8,2% de 1.416 pacientes. Estes incluíram: desconforto abdominal, fezes soltas ocasionais ou diarréia, náusea e vômito. Reações de hipersensibilidade têm sido raras; erupções ocasionais de pele e urticária têm sido relatadas. Leucopenia transitória (neutropenia) tem sido observada. Embora nenhuma relação direta de DALACIN C com disfunção do fígado tenha sido notada, breves anormalidades em testes de função hepática (elevações da fosfatase alcalina e, transaminase sérica) têm sido observadas.

Posologia – DALACIN C

Adultos: infecções moderadas: 300 mg a cada 8 horas. Infecções graves: 300 mg ou mais a cada 6 horas. Para se evitar a possibilidade de irritação do esôfago, DALACIN C Cápsulas deve ser tomado com um copo cheio de água. Nota: Nas infecções por Streptococcus beta- hemoliticus, o tratamento deverá continuar, pelo menos, durante dez dias, a fim de diminuir a possibilidade de febre reumática ou glomerulonefrite subsequente.

Apresentação – DALACIN C

Em caixas individuais com 16 cápsulas.

Venda Sob Prescrição Médica.

PHARMACIA & UPJOHN Farmacêutica Ltda.

LABORATÓRIO

PFIZER

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.