Princípio ativo: picossulfato sódicoCronoplex

Laboratório

Delta

Apresentação de Cronoplex

Embalagem contendo frasco gotejador de 20 ml.

Cronoplex – Indicações

Como laxante nas constipações intestinais atônicas ou espásticas; para facilitar a evacuação nos hemorroidários ou portadores de rágadas anais, assim como nos pacientes cirúrgicos.

Contra-indicações de Cronoplex

Pacientes com dores abdominais não diagnosticadas ou com suspeita de apendicite ou obstrução intestinal.

Advertências

Não deve ser utilizado em pacientes portadores de doenças inflamatórias do trato gastrintestinal. A administração prolongada de doses elevadas pode ocasionar perda de eletrólitos como o potássio, que por sua vez, pode produzir alterações cardíacas e astenia muscular; pode ainda aumentar a sensibilidade aos glicosídeos cardiotônicos. Em crianças menores de 4 anos de idade, o produto somente poderá ser administrado sob recomendação médica.

Uso na gravidez de Cronoplex

Não foram realizados estudos que confirmem a inocuidade dessa droga durante a gravidez.

Interações medicamentosas de Cronoplex

O uso de Cronoplex pode aumentar a perda de potássio ocasionada por outros fármacos, como, por exemplo, os diuréticos. Os antibióticos podem reduzir o efeito laxante do produto.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Cronoplex

Perdas hidroeletrolíticas (principalmente de potássio), sobretudo quando esse fármaco é utilizado em tratamentos crônicos.

Cronoplex – Posologia

Adultos: 25 a 60 gotas à noite Crianças acima de 4 anos : 9 a 18 gotas à noite A solução pode ser diluída em água. O efeito se manifesta, em geral, entre 8 e 12 horas.

Superdosagem

Dor espástica do abdome inferior com evacuações freqüentes; o tratamento é feito com o uso de antiespasmódicos como por exemplo, a atropina e corrigir as perdas hid roeletrolíticas, se necessário.

Cronoplex – Informações

Cada ml (25 gotas) de Solução oral contém: picossulfato sódio…7,5 mg Excipientes (Nipagin, Sorbitol 70% e Água) q.s.p…1 ml O picossulfato não é absorvido pelo trato gastrintestinal quando administrado por via oral. No cólon o picossulfato pode ser hidrolisado por ação das bactérias, e sua forma ativa estimula os movimentos peristálticos. Como a substância atua em 10 a 12 horas após a administração, o produto deve ser ingerido à noite, ou ao deitar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.