Princípio ativo: fitoesteróis de soja

Collestra

fitoesteróis de óleo de soja em cápsulas

Você acaba de adquirir COLLESTRA, um produto a base de fitoesterol, feito sob medida para manter a saúde do seu coração. Aliado a uma alimentação equilibrada, exercícios físicos e hábitos de vida saudáveis, o consumo de fitoesterol auxilia na manutenção e promoção da saúde cardiovascular para uma vida com mais longevidade e qualidade. COLLESTRA possui, em cada cápsula, 650 mg de ésteres de fitoesteróis de origem vegetal, extraídos principalmente de soja (60-70%), canola (20-30%), girassol (5-10%) e milho (1-5%). O consumo de 1,3 g de fitoesterol ao dia (equivalente a 2 cápsulas de COLLESTRA), quando associado a uma dieta saudável, promove a redução de 10% a 15% do coles-terol indesejado (LDL ou Low Density Lipoprotein) já a partir da 3a semana, auxiliando na manutenção e promoção da saúde cardiovascular.

Saiba mais sobre a saúde do seu coração e desfrute de uma vida saudável!

O coração é o principal músculo do organismo, sendo um dos órgãos mais nobres, pois mantém o fluxo de sangue, que entrega oxigênio e nutrientes para todos os tecidos do corpo. A manutenção da saúde cardiovascular é fundamental para vivermos com longevidade e qualidade. Para isso, uma série de ações e cuidados são necessários para evitarmos ou minimizarmos o desenvolvimento de doenças cardiovasculares que, atualmente, é uma das causas mais frequentes de mortalidade na população adulta. A doença cardiovascular refere-se a um conjunto de condições que afetam o sistema cardiocirculatório. As principais e mais graves manifestações de doença cardiovascular são o infarto do miocárdio e o acidente vascular cerebral (conhecido também como derrame). Na maioria dos casos, esses eventos são o resultado de uma condição crônica, denominada aterosclerose. A aterosclerose decorre do acúmulo progressivo de lipídeos (gorduras) na parede dos vasos sanguíneos que, em médio e longo prazo, pode causar obstruções e até interromper o fluxo sanguíneo de determinada região do organismo.

Fatores de risco para doenças cardiovascular

Para manter a saúde cardiovascular, é importante reconhecermos quais fatores de risco estão presentes, aumentando as chances de comprometer a saúde. Muitos dos fatores de risco para doença cardiovascular dependem dos hábitos de vida individuais, sendo, portanto, possíveis de serem modificados. Adquirir hábitos que contribuam para uma melhor saúde cardiovascular é fundamental para reduzir riscos para o organismo como um todo.

Entre os principais fatores de risco cardiovascular, que podem ser mudados pelo estilo de vida estão:

–    Sobrepeso/obesidade: estar acima do peso aumenta outros riscos como o desenvolvimento de pressão alta, diabetes e colesterol elevado, condições que aumentam riscos à saúde cardiovascular.

–    Colesterol elevado: o colesterol alto contribui para o desenvolvimento de aterosclerose, aumentando o risco de doença cardiovascular.

–    Pressão alta ou Hipertensão arterial: a pressão alta é doença crônica que não é passível de cura, mas pode ser controlada. O controle adequado da pressão com seguimento médico é medida importante para manter a saúde cardiovascular.

–    Tabagismo/Fumo: parar de fumar reduz rapidamente muitos riscos à saúde, principalmente o risco cardio-vascular, o risco de doenças respiratórias e de determinados tipos de cânceres. O fumo aumenta a pressão arterial e os batimentos cardíacos, o que contribui para sobrecarregar ainda mais função do coração.

–    Consumo de álcool: álcool deve ser consumido com moderação. O consumo excessivo leva a alterações cardíacas e outros danos à saúde.

Todo colesterol é ruim?

Não. O colesterol é extremamente importante para uma série de funções do organismo e está presente em praticamente todas as células do corpo. No entanto, o colesterol é dividido em frações ou tipos diferentes. Existem tipos de colesterol que são benéficos para a saúde e outros que podem se acumular na parede de vasos sanguíneos, causando aterosclerose. O coles-terol bom é denominado HDL-colesterol (High Density Lipoprotein) ou lipoproteína de alta densidade e, em indivíduos com níveis adequados, é capaz de remover o colesterol indesejado ou LDL da corrente sanguínea. O LDL (Low Density Lipoprotein), por ser uma molécula menor e de baixa densidade, penetra com facilidade o revestimento interno dos vasos sanguíneos, se acumulando na parede dos mesmos e gerando as placas de aterosclerose, que podem obstruir o fluxo de sangue. Apesar de existirem valores de normalidade para cada fração de colesterol, somente o médico pode dizer quais os níveis adequados de colesterol de cada pessoa, levando em conta diversos fatores individuais.

A alimentação balanceada e a prática regular de exercícios físicos auxiliam na manutenção do equilíbrio entre as frações do colesterol, mantendo-o em níveis adequados e saudáveis, além de contribuir para a manutenção do peso corpóreo e para o controle da pressão alta e diabetes.

que são fitoesteróis?

Fitoesteróis são substâncias presentes em vegetais, legumes, castanhas e grãos que exercem, nas plantas, funções semelhantes às do colesterol em animais. Mais de 40 tipos de fitoesteróis já foram encontrados em plantas. O sitosterol, campesterol e o estigmasterol são os mais abundantes.

Qual a contribuição dos fitoesteróis na manutenção de níveis adequados de colesterol?

Os fitoesteróis inibem a absorção de colesterol. Enquanto 50% do colesterol é absorvido no intestino, apenas 5% a 15% dos fitoesteróis são absorvidos, quando consumidos. Ao alcançar o intestino, o fitoesterol compete com o co-lesterol, reduzindo sua absorção. A menor absorção do colesterol leva a menores níveis de colesterol total e de LDL-colesterol na corrente sanguínea, o que contribui para a manutenção da saúde cardiovascular.

O controle dos níveis de colesterol envolve medidas dietéticas, entre elas o aumento do consumo de alimentos ricos em fitoesteróis. Em populações ocidentais, o consumo de fitoesteróis por meio da dieta alcança cerca 150 a 400 mg ao dia, mesmo entre vegetarianos. Para a obtenção do efeito desejado, recomenda-se que o consumo deva ser de, no mínimo, 800 mg de fitoesteróis livres, o que equivale a 1.300 mg de éste-res de fitoesteróis. Estudos mostram que o consumo de 1.500 mg a 2.500 mg de fitoesterol ao dia pode levar a uma redução de 10% a 15% dos níveis de LDL-colesterol na corrente sanguínea. A suplementação alimentar tem se tornado uma forma segura de alcançar

os níveis adequados de fitoesterol para se atingir os benefícios de seus efeitos sobre a redução da absorção de colesterol.

Associado a uma dieta balanceada, o consumo de fitoesterol pode auxiliar na redução da absorção e na manutenção dos níveis de colesterol mesmo em pessoas que fazem uso de medicamentos sintéticos para reduzir o colesterol. Por agir em mecanismos diferentes dos mecanismos desses medicamentos, o fitoesterol é capaz de auxiliar na manutenção dos níveis de colesterol sem aumentar os riscos de efeitos colaterais, frequentemente observados com o uso de altas doses desses medicamentos.

0 que é COLLESTRA e como tomar?

COLLESTRA possui, em cada cápsula, 650 mg de ésteres de fitoesteróis de origem vegetal, extraídos principalmente de soja, girassol e canola.

Recomenda-se o consumo de 2 a 3 cápsulas de COLLESTRA ao dia, o que fornecerá entre 1300 mg e 2000 mg de ésteres de fitoesteróis. As cápsulas podem ser ingeridas de uma só vez ou em doses divididas até 3 vezes ao dia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.