Princípios ativos: atapulgita, difenoxilato, furazolidona, pectina

A1 – Entorpecentes – Receituário de controle especial

Colestase
Classe terapêutica dos Antidiarreicos
Princípios ativos Atapulgita, Difenoxilato, Furazolidona e Pectina.

Indicações de Colestase

No tratamento da diarréia aguda de origem infecciosa, ao lado de medidas de reidratação. COLESTASE não está indicado na diarréia aguda ou persistente da criança.

Como Usar (Posologia)

Comprimidos: Adultos e crianças acima de 12 anos: 2 comprimidos de 6 em 6 ou de 8 em 8 horas. Suspensão: Adultos e crianças acima de 12 anos: 4 colheres das de chá de 6 em 6 ou de 8 em 8 horas. Obtido o efeito desejado a posologia deverá ser reduzida gradativamente, aumentando-se os intervalos entre as administrações de COLESTASE até sua completa retirada. A duração do tratamento não deverá ultrapassar 7 dias.

Modo de Uso (Posologia) de Colestase

Comprimidos: Adultos e crianças acima de 12 anos: 2 comprimidos de 6 em 6 ou de 8 em 8 horas. Suspensão: Adultos e crianças acima de 12 anos: 4 colheres das de chá de 6 em 6 ou de 8 em 8 horas. Obtido o efeito desejado a posologia deverá ser reduzida gradativamente, aumentando-se os intervalos entre as administrações de COLESTASE até sua completa retirada. A duração do tratamento não deverá ultrapassar 7 dias.

Apresentações

Caixas com 12 ou 120 comprimidos. Frasco com 60 ml da suspensão oral.

SANOFI WINTHROP Farmacêutica Ltda.

Ação Farmacológica

COLESTASE destina-se a terapêutica de enterites e síndromes diarréicas de origem infecciosa. A furazolidona tem ação bactericida sobre os agentes enteropatogênicos mais freqüentes; o ditenoxilato inibe o hiperperistaltismo Intestinal, atuando sobre a musculatura lisa do trato digestivo; a pectina cítrica e o silicato de alumínios magnésio têm ação adsorvente e protetora da mucosa intestinal.

Cuidados Especiais

Não deve ser administrado a crianças abaixo de 12 anos. Bebidas alcoólicas, barbitúricos e tranqüilizantes podem potencializar o efeito sedativo do difenoxilato. Evitar o uso em gestantes e lactantes. Usar com cautela em pacientes com insuficiências hepática e renal greves. O eventual efeito sedativo de COLESTASE pode prejudicar o desempenho de atividades que exigem atenção, como dirigir veículos e operar máquinas.

Efeitos Indesejáveis

Pessoas especialmente sensíveis podem apresentar sedação, tontura, cefaléia, náuseas, vômitos, anorexia, íleo paralítico e reações alérgicas. A eliminação da furazolidona pode produzir coloração escura da urina durante o tratamento, que não tem significância clínica.

Superdosagem

Provocar vômitos, lavagem gástrica e assistência ventilatória. Depressão respiratória pode ser tratada com antagonista opióide (naloxona).

Laboratório

Sanofi Winthrop Farmacêutica Ltda.

Remédios da mesma Classe Terapêutica

Annita, Atalin, Atapec, Biovicerin, Closecs

Remédios que contém o mesmo Princípio Ativo

Atalin, Atapec, Dientrin, Lomotil, Pectimax

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.