Princípio ativo: cloxazolam

B1 – Psicotrópicos – Receituário de controle especial

Clozal
Classe terapêutica dos Ansioliticos
Princípio ativo Cloxazolam.

Indicações de Clozal

Distúrbios emocionais, especialmente ansiedade, medo, fobias, tensão, inquietude, astenia e sintomas depressivos. Distúrbios comportamentais, especialmente má adaptação social. Distúrbios de sono. Sintonias somáticos funcionais de origem psicogênica. Sentimentos opressivos a certos tipos de dores. Síndromes de abstinência ao álcool. Pré-medicação anestésica.

Efeitos Colaterais de Clozal

Sedação, tontura e cefaléia podem ser verificadas com doses elevadas ingeridas de uma só vez. Estes efeitos colaterais geralmente aparecem ao início do tratamento, mas podem ser evitados pelo aumento gradual da dose, ou podem ser revertidos pela redução da mesma. Hipotensão ortostática, hipotonia muscular ou ataxia são fenômenos raros.

Como Usar (Posologia)

Dose inicial: Pacientes com distúrbios de grau leve ou moderado: 1 a 3 mg ao dia, divididos em 2 ou 3 tomadas. Pacientes com distúrbios de grau moderado a severo: 2 a 6 mg ao dia, divididos em 2 ou 3 tomadas. Dose de manutenção: A posologia de manutenção deve ser ajustada de acordo com a resposta terapêutica. Pré-anestesia: A posologia recomendada nestes casos é de 0,1 mg/kg peso corporal, uma a duas horas antes da intervenção cirúrgica, somente nos casos em que é possível administração oral.

Contra-Indicações de Clozal

Estados comatosos ou depressão severa do SNC; miastenia grave; história de hipersensibilidade a derivados benzodiazepínicos.

Precauções

Especialmente em doses elevadas pode comprometer as reações do paciente (ex.: conduzir veículos ou operar máquinas, etc.). Cloxazolam não é recomendado durante a gravidez e lactação. Na presença da doença hepática ou renal, síndrome cerebral crônica ou glaucoma de ângulo fechado, os pacientes devem ser cuidadosamente monitorizados e se necessário a posologia reduzida. A ingestão simultânea de álcool não é recomendada.

Modo de Uso (Posologia) de Clozal

Dose inicial: Pacientes com distúrbios de grau leve ou moderado: 1 a 3 mg ao dia, divididos em 2 ou 3 tomadas. Pacientes com distúrbios de grau moderado a severo: 2 a 6 mg ao dia, divididos em 2 ou 3 tomadas. Dose de manutenção: A posologia de manutenção deve ser ajustada de acordo com a resposta terapêutica. Pré-anestesia: A posologia recomendada nestes casos é de 0,1 mg/kg peso corporal, uma a duas horas antes da intervenção cirúrgica, somente nos casos em que é possível administração oral.

Apresentações

Embalagens com 20 comprimidos de 1 mg e de 2 mg.

Maiores informações à disposição da classe médica.

LUITPOLD Produtos Farmacêuticos Ltda.

Composição

Cada comprimido contém 1 mg e 2 mg de cloxazolam.

Interações Medicamentosas

Cloxazolam pode potencializar os efeitos centrais de outras drogas depressivas do SNC.

Laboratório

Luitpold Prods. Farms. Ltda.

Remédios da mesma Classe Terapêutica

Bromazepam (genérico), Buspanil, Butal Sedin, Calman, Diazepam (genérico)

Remédios que contém o mesmo Princípio Ativo

Elum, Olcadil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.