Princípios ativos: dicloridrato de cloroquina, difosfato de cloroquina, pirimetamina, sulfato de cloroquinaClopirim
Classe terapêutica dos Amebicidas, Antihelminticos, Antimalaricos e Parasiticidas
Princípios ativos Dicloridrato de Cloroquina, Difosfato de Cloroquina, Sulfato de Cloroquina e Pirimetamina.

Indicações de Clopirim

Tratamento da malária causada por Plasmodium vivax, Plasmodium malariae, Plasmodium ovale e racas sensíveis de Plasmodium falciparum, é indicado também na profilaxia da malária e também na amebíase extra-intestinal (amebíase hepática), giardíase, lúpus eritematoso e artrite reumatóide.

Como Usar (Posologia)

Na malária: juntamente com Clopirim, deve-se administrar Primaquina, 1 comprimido de 15 mg para adultos, e crianças 1/3 do comprimido de 15 mg uma vez ao dia durante 15 dias. Comprimidos e cápsulas: adultos: dose inicial de 4 comprimidos ou 3 cápsulas seguidos de 2 comprimidos ou 2 cápsulas após 6 a 9 horas, e nos 2 dias seguintes tomar 2 comprimidos ou 1 a 2 cápsulas por dia. Para evitar recidiva, tomar 1 comprimido ou 1 cápsula ao dia durante mais 10 dias. Crianças: a dose recomendada é de 10 mg/kg de peso. Injetável: adultos: via intramuscular ou endovenosa, em 300 a 500 ml de solução fisiológica, 1 a 2 ampolas a cada 6 a 8 horas, durante 2 a 3 dias. Depois prosseguir o tratamento com mais 10 comprimidos ou cápsulas, tomando 1 a 2 por dia, ou 2 durante 3 dias e depois 1 ao dia por mais 4 dias. Crianças: 3 a 4 mg/kg de peso de Clopirim, a cada 12 horas, durante 2 a 3 dias. Na amebíase hepática, giardíase: comprimidos e cápsulas: adultos: 4 comprimidos ou 3 cápsulas nos 2 primeiros dias, seguidos de 2 comprimidos ou 1 a 2 cápsulas ao dia durante 2 a 3 semanas. Crianças: dose proporcional ao peso, em geral 6 mg/kg de peso 2 vezes ao dia nos 2 primeiros dias, e a partir do 3 dia, 1 só vez ao dia, durante 2 a 3 semanas. Injetável: via intramuscular: adultos: 1 a 2 ampolas por dia, durante 10 ou mais dias, a critério médico. Crianças: 6 mg/kg de peso em dose única ao dia, durante 10 dias ou a critério médico. Na artrite reumatóide e no lúpus eritematoso: adultos: 1 a 2 comprimidos ou 1 cápsula diariamente durante 1 a 6 meses, dependendo da resposta do tratamento. Devido à ação acumulativa a resposta começa a aparecer após a 3ª semana de tratamento. Dose de manutenção: 1 comprimido por dia ou 1 cápsula em dias alternados, ou a critério médico. Crianças: dependendo do peso ou idade; tomar 1/3, 1/2, ou 1 comprimido ou cápsula ao dia, no entanto a dosagem correta deve ser determinada pelo médico.

Contra-Indicações de Clopirim

Em pacientes com hipersensibilidade à cloroquina; pessoas com alterações no campo visual e em pacientes com psoríase.

Apresentação

Caixa com 50 ampolas de 3 ml; caixa contndo envelopes com 10 comprimidos e caixa contendo 20 envelopes com 10 cápsulas.

Composição

Cada ampola contém: dicloridrato de cloroquina150 mg. Veículo q.s.p. 3 ml. Cada comprimido contém: sulfato de cloroquina 250 mg. Excipiente q.s.p. 300 mg. Cada cápsula contém: difosfato de cloroquina 400 mg. Excipiente q.s.p. 450 mg.

Laboratório

Quimioterápica Brasileira Ltda.

Remédios da mesma Classe Terapêutica

Alba 3, Alben, Alin, Amplium, Ascaridil

Remédios que contém o mesmo Princípio Ativo

Fansidar, Palux

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.