Princípio ativo: escopolaminaBuscopan Drageas

Brometo de N- butilescopolamina

Uso adulto e pediátrico

Formas farmacêuticas e apresentações – BUSCOPAN Drageas

Drágeas: Embalagem com 20 drágeas. Solução oral: Frasco com 20 ml.

Composição – BUSCOPAN Drageas


Drágeas: Cada drágea contém: Brometo de N- butilescopolamina *, 10 mg. Excipientes: Lactose, amido de milho, talco, ácido tartárico, estearato de magnésio, laca, óleo de rícino, goma-arábica, sacarose, dióxido de titânio, polietilenoglicol 6.000, cera de carnaúba, cera branca, água desmineralizada, etanol absoluto. Solução oral: Cada ml (20 gotas) contém: Brometo de N-butilescopolamina, 10 mg. Excipientes: Ciclamato de sódio, ácido acético glacial, acetato de sódio anidro. metilparabeno, propilparabeno, essência licor abadia, água desmineralizada. (* Anteriormente denominado N-butilbrometo de hioscina.)

Informações técnicas – BUSCOPAN Drageas

BUSCOPAN exerce atividade espasmolítica sobre a musculatura lisa do trato gastrintestinal, das vias biliares e do trato geniturinário. O brometo de N- butilescopolamina pertence aos compostos de amônio quaternário, não atravessando a barreira hematencefálica. Deste modo, não produz efeitos colaterais anticolinérgicos no nível do sistema nervoso central. A ação anticolinérgica periférica resulta de uma ação bloqueadora sobre os gânglios intramurais das vísceras ocas, assim como de uma atividade antimuscarínica. Após administração endovenosa e oral, o brometo de N-butilescopolamina se concentra no tecido do trato gastrintestinal, no fígado e nos rins. Após administração endovenosa, a substância é rapidamente eliminada do plasma, durante os primeiros 10 minutos, com um semi-período de 2 a 3 minutos, o que reflete a alta afinidade do fármaco com o tecido.

Indicações – BUSCOPAN Drageas


Espasmos do trato gastrintestinal, espasmos e discinesias das vias biliares, espasmos do trato geniturinário.

Contra-indicações – BUSCOPAN Drageas

BUSCOPAN é contra- indicado em casos de miastenia grave e de megacólon. Ademais, o produto não deve ser administrado a pacientes com hipersensibilidade conhecida ao brometo de N-butilescopolamina. BUSCOPAN não é indicado na diarréia aguda ou persistente da criança.

Precauções especiais – BUSCOPAN Drageas


Devido ao risco potencial de complicações anticolinérgicas, deve- se tomar precaução especial com os pacientes propensos a glaucoma, assim como com pacientes suscetíveis a obstruções intestinais ou urinárias e com pacientes propensos a taquiarritmias.

Interações medicamentosas – BUSCOPAN Drageas

BUSCOPAN pode intensificar a ação anticolinérgica de antidepressivos tricíclicos, antihistamínicos, quinidina, amantadina e disopiramida. O uso concomitante de antagonistas da dopamina, como, por exemplo, metoclopramida, pode resultar numa diminuição da atividade de ambos os fármacos no nível do trato gastrintestinal. BUSCOPAN pode aumentar a ação taquicárdica dos agentes beta- adrenérgicos.

Gravidez e lactação – BUSCOPAN Drageas


Até o momento, a ampla experiência clínica com o produto não demonstrou evidências de efeitos nocivos durante a gravidez humana. Mesmo assim, devem ser observadas as precauções habituais a respeito do uso de medicamentos na gravidez, sobretudo no primeiro trimestre. Ainda não foi estabelecida a segurança do uso do produto durante o período de lactação.

Reações adversas – BUSCOPAN Drageas

Podem ocorrer efeitos colaterais anticolinérgicos, incluindo sensação de secura da boca, taquicardia e, potencialmente, retenção urinária; em geral, estes efeitos são leves, desaparecendo espontaneamente. Muito raramente foram relatadas reações alérgicas, particularmente reações cutâneas. Foram reportados alguns poucos casos de dispnéia em pacientes com história de asma brônquica ou alergia. Observação: Desconhecem- se restrições ou precauções especiais para o uso do produto em pacientes com idade superior a 65 anos.

Posologia – BUSCOPAN Drageas


Drágeas: Adultos e crianças maiores de 6 anos: 1 a 2 drágeas, 3 a 5 vezes ao dia. Ingerir as drágeas, sem mastigar, com um pouco de líquido. Solução oral: Adultos e crianças maiores de 6 anos: 20 a 40 gotas, 3 a 5 vezes ao dia. Crianças de 1 a 6 anos: 10 a 20 gotas, 3 vezes ao dia. Lactentes: 10 gotas, 3 vezes ao dia. O novo frasco de BUSCOPAN vem acompanhado de um moderno tipo de gotejador, de fácil manuseio: basta colocar o frasco em posição
vertical e deixar escorrer a quantidade desejada de gotas.

1.Romper o lacre da tampa.

2.Virar o frasco.

3.Deixar o frasco na posição vertical. Para começar o gotejamento, bater levemente com o dedo no fundo do frasco.

Superdosagem – BUSCOPAN Drageas

Sintomas: Até o momento não foram observados sintomas graves de intoxicação por superdose aguda de BUSCOPAN. Em caso de superdosagem podem ocorrer sintomas anticolinérgicos, como, por exemplo, retenção urinária, boca seca, taquicardia, sonolência e distúrbios transitórios. Tratamento: Em caso de intoxicação por via oral, efetuar lavagem gástrica, com administração de carvão medicinal e sulfato de magnésio (15%). Os sintomas de superdosagem por BUSCOPAN respondem ao emprego de parassimpaticomiméticos. Nos pacientes portadores de glaucoma, administração tópica de pilocarpina. O suporte circulatório pode ser efetuado com simpaticomiméticos. No caso de queda ortostática da pressão arterial, é suficiente manter o paciente em posição deitada. Quando houver retenção urinária, efetuar cateterismo. Adicionalmente, quando necessário, instituir medidas gerais de suporte.

Venda Sob Prescrição Médica.

LABORATÓRIO

Boehringer Ingelheim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *