Princípio ativo: benzilpenicilina benzatinaBenzetacil
Classe terapêutica dos Antibióticos Sistêmicos
Princípios ativos Benzilpenicilina e Penicilina G Benzatina.

Indicações de Benzetacil

BENZETACIL está indicado no tratamento de infecções causadas por germes sensíveis à penicilina G, que sejam suscetíveis aos níveis séricos baixos, porém muito prolongados, característicos desta forma de dosificação. A terapia deverá ser orientada por estudos bacteriológicos (incluindo testes de sensibilidade) e pela resposta clínica.
As seguintes indicações usualmente irão responder a doses adequadas de BENZETACIL*: 1. Infecções estreptocócicas (grupo A, sem bacteremia): infecções leves a moderadas do trato respiratório superior e da pele. 2. Infecções venéreas: sífilis, bouba. bejel (sífilis endêmica) e pinta. 3. Profilaxia de glomerulonefrite aguda e doença reumática. 4. Profilaxia de recorrências da febre reumática e (ou) coréia.

Efeitos Colaterais de Benzetacil

As penicilinas são substâncias de baixa toxicidade, mas com índice significativo de sensibilização. As seguintes reações de hipersensibilidade, associadas com o uso de penicilina, foram relatadas: erupções cutâneas, desde as formas maculopapulosas até a dermatite esfoliativa; urticária; edema de laringe; reações semelhantes a doença do soro, incluindo febre, calafrios, edema, artralgia e prostração.
Febre e eosinofilia podem ser as únicas manifestações observadas. Reações anafiláticas intensas têm sido relatadas. Reações como anemia hemolítica, leucopenia, trombocitopenia, neuropatia e nefropatia são infreqüentes e estão associadas com altas doses de penicilina por via parenteral. Como com outros tratamentos para sífilis, casos de ocorrência de reação de Jarisch-Herxheimer foram relatados.

Contraindicações

BENZETACIL* está contraindicado para pacientes com hipersensibilidade às penicilinas. A droga não deve ser injetada em artérias ou nervos, ou nas proximidades destes.

Modo de Uso

Recomenda-se, a critério médico, as seguintes dosagens: infecções estreptocócicas (grupo a) do trato respiratório superior e da pele: injeção única de 300.000 e 600.000 unidades de benzetacil* para crianças até 27 kg; injeção única de 900.000 unidades pare crianças maiores; injeção única de 1.200.000 unidades para adultos. sífilis primária, secundária e latente: injeção única de 2.400.000 unidades de benzetacil. sífilis tardia (terciária e neurossífilis): 3 injeções de 2.400.000 unidades de benzetacil* com intervalo de 1 semana entre as doses. sífilis congênita: 50.000 unidades de benzetacil* por quilograma de peso para crianças menores de 2 anos de idade e doses ajustadas de acordo com a tabela de adultos, para crianças entre 2 a 12 anos. bouba, bejel (sífilis endêmica) e pinta: injeção única de 1.200.000 unidades de benzetacil*. profilaxia de febre reumática e da glomerulonefrite: recomenda-se a utilização periódica de benzetacil* a cada 4 semanas, na dose de 1.200.000 unidades.

Laboratório

Wyeth – Indústria Farmacêutica Ltda.

Remédios da mesma Classe Terapêutica

Ambezetal, Amicacina, Amikin, Amoxicilina (genérico), Amoxil

Remédios que contém o mesmo Princípio Ativo

Ampiretard, Benzatron, Cristalpen, Longacilin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.