Princípio ativo: dipironaBaralgin M Supositorios

Dipirona sódica
Antiespasmódico e analgésico

Supositório infantil – embalagens com 5 supositórios

 USO PEDIÁTRICO

COMPOSIÇÃO – BARALGIN M Supositorios

Cada supositório contém: Dipirona sódica 1000 mg.

INFORMAÇÃO AO PACIENTE – BARALGIN M Supositorios


Ação esperada do medicamento : o início de ação de BARALGIN M ocorre dentro de 30 minutos após sua administração.

Cuidados de armazenamento: como regra geral, todas as apresentações de BARALGIN M devem ser guardadas ao abrigo da luz e da umidade. Os supositórios devem ser mantidos em local fresco a menos de 30ºC.

Prazo de validade: vide cartucho. Ao adquirir o medicamento confira sempre o prazo de validade impresso na embalagem externa do produto. Nunca use medicamento com prazo de validade vencido, pode ser prejudicial à saúde.

Gravidez e lactação: informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar o médico se está amamentando.

Cuidados de administração: siga corretamente a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a  duração do tratamento.

Interrupção do tratamento: o tratamento pode ser interrompido a qualquer instante sem provocar danos ao paciente. Interrompa  imediatamente o uso deste produto e consulte seu médico se surgirem manifestações alérgicas em sua pele(coceira, placas vermelhas etc.), dor de garganta ou qualquer outra anormalidade em sua boca ou garganta.

Reações adversas: informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis, tais como: hipersensibilidade a qualquer componente da fórmula, problemas cutâneos, bem como quaisquer outros sinais ou sintomas.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Ingestão concomitante com outras substâncias: pacientes sob tratamento com BARALGIN M não devem ingerir bebidas alcoólicas. Pacientes em uso de medicamentos que contenham ciclosporina e clorpromazina não devem fazer uso de BARALGIN M.

Contra- indicações e precauções: BARALGIN M é contra-indicado aos pacientes que apresentam tolerância conhecida aos derivados pirazolônicos, assim como em determinadas doenças metabólicas.

Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento.

NÃO TOME MEDICAMENTO SEM CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.

INDICAÇÕES – BARALGIN M Supositorios

Antiespasmódico, analgésico e antipirético.

CONTRA-INDICAÇÕES – BARALGIN M Supositorios


BARALGIN M não deve ser administrado a pacientes com tolerância conhecida aos derivados pirazolônicos, assim como em determinadas doenças metabólicas, tais como porfiria hepática, deficiência congênita de glicose- 6-fosfato-desidrogenase.

Como os demais analgésicos, BARALGIN M não deve ser administrado por períodos prolongados sem controle médico.

PRECAUÇÕES – BARALGIN M Supositorios

O uso de BARALGIN M em casos de amigdalite ou qualquer outra infecção da buco- faringe deve merecer cuidado redobrado: esta afeccção preexistente pode mascarar os primeiros sintomas de agranulocitose(angina agranulocítica), ocorrência rara, mas possível,  quando se faz uso de produto que contenha dipirona.

Seu uso deve ser evitado nos primeiros três meses e nas últimas seis semanas de gestação, e mesmo fora destes períodos BARALGIN M somente deve ser administrado a gestantes em casos de absoluta necessidade.

Em pacientes com distúrbios hematopoiéticos, BARALGIN M somente deve ser administrado em casos de absoluta necessidade e  sob controle médico.

Pacientes com asma e infecções respiratórias crônicas, bem como pacientes com hipersensibilidade de qualquer tipo, mesmo a substâncias não medicamentosas, podem desenvolver choque.

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS – BARALGIN M Supositorios


Não se deve ingerir bebidas alcoólicas durante o tratamento com BARALGIN M porque o efeito do álcool pode ser potencializado.

BARALGIN M não deve ser administrado concomitantemente com ciclosporina, pois pode ocorrer uma diminuição do nível de  ciclosporina.

BARALGIN M igualmente não deve ser administrado a pacientes sob tratamento com clorpromazina, pois pode ocorrer hipotemia grave.

REAÇÕES ADVERSAS – BARALGIN M Supositorios

Em pacientes sensíveis, independentemente da dose, a dipirona pode provocar reações de hipersensibilidade com manifestações cutâneas do tipo alérgico. A reação de hipersensibilidade de maior importância, embora bastante rara, é a ocorrência da forma alérgica da granulocitopenia ou agranulocitose, que é sempre um quadro muito grave.

Caso durante o uso de dipirona surjam manifestações cutâneas ou mucosas, principalmente da boca ou garganta, o tratamento deve ser suspenso e o médico imediatamente consultado.

Pacientes com história de reação de hipersensibilidade a outras drogas ou substâncias podem constituir um grupo maior de risco e apresentar efeitos colaterais mais intensos, até mesmo choque. Neste caso, o tratamento deve ser imediatamente suspenso e tomadas as providências médicas adequadas: colocar o paciente deitado com as pernas elevadas e as vias aéreas livres. Diluir 1 ml de adrenalina a 1:1000 para 10 ml e aplicar 1 ml por via endovenosa e a seguir uma dose alta de glicocorticóide. Se necessário, fazer reposição do volume sanguíneo com plasma e albumina, ou soluções hidroeletrolíticas.

 

POSOLOGIA – BARALGIN M Supositorios

 

Um supositório até 3 vezes ao dia. Doses maiores, a critério médico.

 

SUPERDOSAGEM – BARALGIN M Supositorios

 

O tratamento segue os princípios gerais de contuta no controle de intoxicações exógenas.

BARALGIN M Supositórios; instruções para aplicação
                     

O supositório BARALGIN M é indicado especialmente para aliviar a dor de pacientes com dificuldades de engolir comprimidos e líquidos. BARALGIN M supositório também pode substituir, de acordo com a orientação médica, a aplicação de analgésicos e antiespasmódicos injetáveis.

Para obter a máxima eficácia analgésica/antiespasmódica de BARALGIN M supositório siga corretamente as instruções abaixo:

1. Mantenha sempre a embalagem do supositório em local fresco. Caso o supositório se apresente amolecido pelo calor, mergulhe
embalagem plástica por alguns segundos em água gelada para que volte à consistência original.

2. Segundo o picote na embalagem plástica, destaque apenas o supositório a ser utilizado.

3. Antes de aplicar o supositório lave bem as mãos e se possível destinfete- as com álcool.

4. A embalagem plástica de BARALGIN M supositório já vem com uma pré- abertura que facilita a retirada do supositório.

Basta forçar esta pré- abertura e o supositório sairá inteirinho, pronto para ser usado.

5. Com o dedo polegar e o indicador afaste as nádegas e introduza o supositório.

6. Comprima suavemente uma nádega contra a outra durante alguns segundos para evitar que o supositório volte.

SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR. NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS PROCURE O ORIENTAÇÃO MÉDICA
                                                                                                           

LABORATÓRIO

GlaxoSmithKline

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.