Princípio ativo: azitromicina

Antibióticos – Receituário simples em duas vias

Azitrocina

Indicações de Azitrocina

Tratamento das infecções causadas por germes sensíveis, do trato respiratório superior e do ouvido, tais como: otite média, sinusite, rinossinusite, rinite, rinofaringite, amigdalite, laringite e faringolaringite, como em infecções do trato respiratório inferior incluindo traqueobronquite, bronquite, broncopneumonia e pneumonia.
Pode também ser utilizada em infecções da pele e tecidos moles do tipo dos abcessos, furúnculos, flegmões, úlceras infectadas, quando de responsabilidade de organismos sensíveis à azitromicina. Azitrocina é indicada no tratamento das doenças sexualmente transmissíveis (DST), no homem ou na mulher; no tratamento das infecções genitais, do tipo uretrites e cervicites não complicadas, devidas a Chlamydia trachomatis, sendo também indicada no tratamento de infecções genitais não complicadas devidas a Neisseria gonorrheae sem resistências múltiplas, devendo ser excluídas as infecções pelo Treponema pallidum.

Apresentação

Comprimidos sulcados 500 mg: caixa contendo 3 comprimidos; comprimidos sulcados 1000 mg: caixa contendo 1 comprimido. Suspensão oral, uso pediátrico 900 mg: frasco contendo pó para reconstituição com água a 22,5 ml (200 mg/5 ml); suspensão oral, uso adulto e pediátrico 1500 mg: frasco contendo pó para reconstituição com água a 37,5 ml (200 mg/5 ml).

Composição

Cada comprimido sulcado de 500 mg contém:524,10 mg de azitromicina diidratada, equivalente a 500 mg de azitromicina. Cada comprimido sulcado de 1000 mg contém: 1048,20 mg de azitromicina diidratada, equivalentes a 1000 mg de azitromicina. Cada 5 ml da suspensão oral reconstituída, uso pediátrico 900 mg e uso adulto e pediátrico 1500 mg contém: 209,61 mg de azitromicina diidratada, equivalentes a 200 mg de azitromicina.

Contraindicações

Indivíduos com história de hipersensibilidade (reações alérgicas) à azitromicina ou a qualquer outro componente do grupo dos macrolídeos.

Modo de Uso

Deve ser administrada em dose única diária. A administração da azitromicina após uma refeição substancial reduz em no mínimo 50% a biodisponibilidade do antibótico, assim sendo, cada dose deverá ser administrada no mínimo 1 hora antes ou 2 horas após as refeições.
Adultos, uso dos comprimidos orais: para o tratamento das doenças sexualmente transmissíveis (DST) causadas por Chlamydia trachomatis ou Neisseria gonorrhoeae, azitrocina deve ser administrada em dose oral única de 1000 mg. Para todas as outras indicações, Azitrocina deve ser administrada em dose única diária de 500 mg, durante 3 dias (dose total 1500 mg).

Laboratório

Novaquímica Sigma Pharma Natures Plus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.